Malha fina para empresas é “colher de chá” ao contribuinte e pode evitar autuações, diz tributarista

A Receita Federal criou este ano a malha fina para empresas, assim como já ocorre com a pessoa física em caso de inconsistência na declaração do Imposto de Renda as empresas serão notificadas para realizarem retificação ou confirmar o que foi declarado. Segundo informações da Receita Federal do Brasil 26 mil empresas, a maioria delas enquadradas no lucro presumido, serão notificadas.

Para o advogado Marcelo Risso, coordenador da área tributária da Saito Associados* a malha fina para as empresas funcionará como uma “colher de chá” para o contribuinte visto que será possível evitar autuações. “É importante quando a Receita Federal indica inconsistências porque existe a possibilidade de retificação. Esta é uma fase de denúncia espontânea e evita autuações e  uma colher de chá para os contribuintes”, sustenta.

O especialista alerta que a falta de esclarecimentos e retificações na base de dados da Receita Federal podem resultar em autuações cujas multas variam entre 75% a 225% do valor do imposto. Ele diz que um monitoramento  realizado por um staff fiscal  poderia evitar problemas com o Fisco, porém, muitos empresários ainda não têm essa cultura.

“Como é um serviço que gera muito custo, muitas empresas , quando autuadas,  preferem pagar ou ainda  parcelar os valores das multas ou discutir administrativamente, o que pode levar alguns anos, com a suspensão da cobrança até a última instância administrativa e caso seja mantida a autuação parcelar, obtendo financiamento bancário ou aguardar um parcelamento especial com benefícios”, explica.

            
            

Faça seu comentário.

              
            
                 
                                 
 
                                                  
                                   
                                                 
 
                                 
                                   

            
        
* Todos os campos são OBRIGATÓRIOS
Mensagens de caráter pessoal serão liberadas ou não a critério deste portal. Todos os comentários são de domínio público e não são responsabilidade da ANDA. Os comentários são gravados através de número IP.
        

     

edições

ANUNCIE: (71) 3121-7967 / (71) 3288-0227

comercial@revistaprimeirapagina.com.br

Gorila Comunicação Web Rua Brigadeiro Mário Epinghaus, 33, Centro – Lauro de Freitas – BA CEP: 42.700-000
(71) 3288-0227 / (71) 3484-3565 / (71) 3121-7967 | comercial@revistaprimeirapagina.com.br | redacao@revistaprimeirapagina.com.br