Revista Primeira Página

Sergipe abre mais um Polo Têxtil e de Confecções no interior

O município de Estância, a 64 km de Aracaju e com população inferior a 70 mil habitantes, receberá nos próximos meses um investimento de R$ 55 milhões – de fundos públicos e privados – para se tornar um novo polo têxtil e de confecções de Sergipe. O acordo entre a empresa Sergitex e o governo do estado irá garantir a instalação de mais um polo de desenvolvimento econômico para a região, com a geração inicial (em 2012) de uma centena de empregos diretos e 600 indiretos.
O terreno possui uma área de 500 mil metros quadrados, dos quais 80% serão ocupados pela empresa Sergitex (empresa têxtil pertencente ao grupo paulista Rovach) e os outros 100m serão divididos em 17 lotes e disponibilizados para a implantação de pequenas e médias empresas relacionadas ao setor. Em entrevista à Revista do Fornecedor, o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado de Sergipe (Codise), Ancelmo de Oliveira, explica que o investimento inicial, apenas para a compra do terreno, foi de R$ 4 milhões. “Somente o governo de Sergipe investiu 1 milhão de reais, além da qualificação de pessoal. A Sergitex entrou com 3 milhões”, afirma Ancelmo.
Para atuar no polo, a Sergitex criará uma fábrica, a Sergiptex, cujo foco será a fabricação de tecidos para jeans. Na indústria serão realizadas as atividades de fiação, tecelagem, malharia, tinturaria, acabamento, confecção, lavanderia, dentre outras da linha de produção. Ancelmo diz que um dos principais fatores que influenciou na escolha de Estância para a sede do polo foi a abundância de água, tendo em vista que o empreendimento será instalado ao lado do rio Piauí.
Quando estiver em pleno funcionamento a Sergiptex deve empregar aproximadamente 500 pessoas da região, com uma perspectiva de faturamento médio anual de R$180 milhões.

Retorno financeiro
Ancelmo relata que o projeto inicial surgiu da proposta do Grupo Rovach para instalar uma empresa de grande porte na área de tecelagem, direcionada à produção do índigo, a matéria-prima utilizada em peças jeans. Entretanto, para que o projeto pudesse ser colocado em prática, seria necessário que fosse instalado próximo a mananciais capazes de receber os seus efluentes. “Nós estamos sempre procurando novas locações para a instalação de potenciais polos de desenvolvimento. Estância se destacou na produção têxtil e, por ser próxima ao Rio Piauí, tinha tudo o que precisávamos no momento”, esclarece o diretor da Codise. De acordo com estimativas do governo sergipano, o investimento irá promover um aumento da renda da região. A fábrica deve estar em pleno funcionamento em 2016.

Quem é a Rovach?
A Rovach Indústria Têxtil foi fundada em 1996, em Santa Bárbara do Oeste, no interior de São Paulo. É especializada na produção de tecidos planos, em suas várias formas de apresentação, desde a linha de sintéticos, 100% poliéster, até mistos de algodão, viscose, rayon, dentre outros.
Em Sergipe a Rovach é responsável pela chegada de dois grandes empreendimentos em 2010, sendo uma das maiores responsáveis pelo crescimento do parque têxtil do estado. No município de Nossa Senhora do Socorro, implantou a Aracaju Malhas Indústria Têxtil Ltda. em uma área de 4,5 mil metros quadrados . O investimento foi de R$ 15 milhões na unidade, responsável pela geração de aproximadamente 50 empregos diretos. “A previsão é que em quatro anos sejam criados 450 postos de trabalho”, comenta Ancelmo de Oliveira.
Além da Aracaju Malhas, os empresários detêm o controle da Sergifil, uma das líderes do setor de fiação de algodão, e da Tritex, empreendimento em fase de construção, também em Nossa Senhora do Socorro, destinado à preparação e fiação de fibras de algodão. Somente para essas duas últimas empresas foram direcionados quase R$ 30 milhões. As unidades devem gerar, aproximadamente, 200 empregos diretos.
O Grupo Rovach também é detentor da Sergiptex, âncora do Polo Têxtil e de Confecções de Estância. Esse é o maior empreendimento dos empresários no estado, com investimentos na base de R$ 45 milhões. “A decisão de um grupo como o Rovach investir tanto em Sergipe só confirma a consolidação de uma economia atrativa para investidores de todo o Brasil, conclui o diretor-presidente da Codise, Ancelmo de Oliveira.

            
            

Faça seu comentário.

              
            
                 
                                 
 
                                                  
                                   
                                                 
 
                                 
                                   

            
        
* Todos os campos são OBRIGATÓRIOS
Mensagens de caráter pessoal serão liberadas ou não a critério deste portal. Todos os comentários são de domínio público e não são responsabilidade da ANDA. Os comentários são gravados através de número IP.
        

            
            
  1. clecio santos da silva disse:

    gostaria de trabalhar com voçes sou mecânico industrial trabalhei fabrica têxtil Peixoto gonsalves período 1993 ate 2012 nas maquinas passadeira rieter, fasa, trutzschler, sala de abertura,boa ,filtro cf80, carda dk903 grato pela atençao

  2.     
                

edições

ANUNCIE: (71) 3121-7967 / (71) 3288-0227

comercial@revistaprimeirapagina.com.br

Gorila Comunicação Web Rua Brigadeiro Mário Epinghaus, 33, Centro – Lauro de Freitas – BA CEP: 42.700-000
(71) 3288-0227 / (71) 3484-3565 / (71) 3121-7967 | comercial@revistaprimeirapagina.com.br | redacao@revistaprimeirapagina.com.br