Uma feira cheia de charme e muitas inovações tecnológicas

Três dias de exposição, 350 expositores, 30 mil visitantes e previsão de R$78 milhões gerados em negócios. Os números expressivos da 10ª edição da feira Construir Bahia, que acontece entre 18 e 21 de agosto, no Centro de Convenções da Bahia, refletem o setor da construção civil no Estado. Este ano, a feira também levanta debates importantes, como a sustentabilidade ambiental aplicada à construção civil e o concurso A Ponte, para estudantes da área.
“A feira vem para ratificar a qualidade de nossa engenharia e arquitetura, além de ser uma ótima oportunidade para estudantes, empresários e profissionais do ramo entrarem em contato com os mais modernos equipamentos e técnicas de construção”, afirma o presidente do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA), Carlos Alberto Vieira Lima, um dos organizadores do evento.
Para Vieira Lima, a feira acontece num período oportuno, por conta das obras para a Copa do Mundo de 2014. “É o momento de discutir o legado deste mundial para as cidades, a mobilidade e sustentabilidade, além dos estádios. Isso deve levantar um bom debate na feira”, avalia.
Marcas de peso no ramo civil já confirmaram a presença na Construir Bahia, a exemplo da Gerdau, G-Light, Eletromar, Grupo Incefra, Brastrak e a estrangeira Amigold. Organizada pela Fagga Eventos, em parceria com o Sinduscon-BA, a Construir Bahia 2010 é patrocinada pela Alpe Estruturas, pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e pela Bahiagás, Companhia de Gás da Bahia, concessionária estadual dos serviços de distribuição de gás natural canalizado.
OS DEBATES CITADOS PELO presidente do Sinduscon são realizados paralelamente às apresentações nos estandes da Feira Internacional. Entre os assuntos programados estão os Fóruns Tecnológico, de Infraestrutura, de Arquitetura Urbana e de Construção Sustentável, que discutem a eficácia energética dos edifícios, tecnologias construtivas, políticas públicas e incentivos. Em torno dessas questões estão reunidos especialistas do meio acadêmico e dos mercados nacional e internacional.
O Fórum Tecnológico apresenta palestras e minicursos, expondo tecnologias e ferramentas inovadoras para execução e gestão de empreendimentos, além de casos práticos de sucesso. O concurso A Ponte, realizado em parceria com a Unifacs (Universidade Salvador), reúne equipes de estudantes universitários da área e de nível médio em torno de um grande desafio: criar um protótipo de ponte, com a maior eficiência estrutural possível, utilizando apenas palitos de picolé e cola.

“NOSSA ENGENHARIA E
ARQUITETURA SÃO DE NÍVEL
INTERNACIONAL. NÃO É À TOA
QUE TEMOS EMPRESAS TÃO
FORTES NO RAMO”

Já o Fórum de Arquitetura Urbana e Construção Sustentável apresenta um ciclo de palestras, workshops e uma mostra conceitual de produtos e equipamentos disponíveis no mercado. Os maiores nomes da arquitetura brasileira e mundial irão promover a troca de experiências e oportunidades de grandes negócios. Os encontros abordam temas do momento, a exemplo da construção de estádios de futebol, hotelaria, Masterplan (Plano Diretor de Iluminação Pública), iluminação pública de patrimônios históricos, eficiência energética e sustentabilidade.
No entendimento de Vieira Lima, a Construir Bahia se consolida de vez no calendário de atividades do setor e, com isso, reforça a importância do Estado num mercado tão competitivo. “Nossa engenharia e arquitetura são de nível internacional. Não é à toa que temos empresas tão fortes no ramo. Para se ter uma ideia, no lançamento do programa Minha Casa Minha Vida, a Bahia foi o estado mais competente, com projetos que agradaram aos empresários, à Caixa Econômica e à população”, destacou o presidente do Sinduscon. A Bahia garantiu no programa de habitação do governo federal mais de 40 mil unidades.
Além de afirmar o Estado no ramo civil, Vieira Lima espera que a feira contribua para o desenvolvimento do País. “Ela tem um papel positivista, de desenvolvimento, não só do Estado e do País, mas também do estudante. Vamos ajudar na formação dos futuros engenheiros, arquitetos e profissionais da construção civil.”
Para contribuir com esta formação, a feira conta com palestrantes nacionais e internacionais. Entre eles, o arquiteto paulistano Sidônio Porto, apresentando o workshop “Industrialização na Construção”, e os lighting designers Paulo Candura e Plínio Godoy, autores do livro “Iluminação Urbana” e de projetos de iluminação importantes, como a ponte estaiada, em São Paulo, e a nova iluminação do Pelourinho, em Salvador.
Os Planos Diretores de Iluminação Pública das Cidades, como solução ideal para o bom desempenho frente às demandas da Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016, são temas das discussões.
Em meio aos palestrantes internacionais, destacam-se o arquiteto alemão Claas Schulitz, que assina o projeto do Estádio de Hanover, na Alemanha, e no Brasil, junto com o arquiteto Marc Duwe, autor do projeto da Arena Fonte Nova, obra que substituirá o Estádio Otavio Mangabeira, popularmente conhecido como Fonte Nova, em Salvador. Uma palestra rica em detalhes, que mostra como deve ser o desempenho dos estádios de futebol frente às especificações técnicas de sustentabilidade previstas nos atuais projetos arquitetônicos.

            
            

Faça seu comentário.

              
            
                 
                                 
 
                                                  
                                   
                                                 
 
                                 
                                   

            
        
* Todos os campos são OBRIGATÓRIOS
Mensagens de caráter pessoal serão liberadas ou não a critério deste portal. Todos os comentários são de domínio público e não são responsabilidade da ANDA. Os comentários são gravados através de número IP.
        

     

edições

ANUNCIE: (71) 3121-7967 / (71) 3288-0227

comercial@revistaprimeirapagina.com.br

Gorila Comunicação Web Rua Brigadeiro Mário Epinghaus, 33, Centro – Lauro de Freitas – BA CEP: 42.700-000
(71) 3288-0227 / (71) 3484-3565 / (71) 3121-7967 | comercial@revistaprimeirapagina.com.br | redacao@revistaprimeirapagina.com.br